Pedidos e Pagamentos

Formas de pagamento e-commerce: qual escolher? Descubra!

Ilustração de pagamento no cartão para ecommerce online

Os meios de pagamento de um comércio eletrônico são um dos principais temas que devem ser pensados por quem quer criar uma loja virtual consistente e com chances de crescimento. Sem dúvidas, o cartão de crédito e o boleto bancário são os meios mais tradicionais, mas não são os únicos! 

Conhecer as variadas modalidades de pagamento permite que o gestor do e-commerce ofereça os melhores meios para seus clientes concluírem o pedido, aumentando as chances de conversão de acessos em compras. Quer entender as formas de pagamento e-commerce? Continue lendo, falaremos disso a seguir!

Como as formas de pagamento impactam nas vendas?

Muitas pessoas não se dão conta da importância das formas de pagamento e-commerce até que começam a planejar o seu negócio e percebem que as pessoas têm formas muito particulares de comprar e de pagar pelos seus pedidos. No mundo das vendas online, alguns indivíduos têm medo de colocar o número do seu cartão de crédito num site desconhecido.

Isso os faz optar, por exemplo, pelo pagamento em boleto bancário. Da mesma maneira, existem pessoas que gostam de comprar somente no cartão de crédito, pois assim podem parcelar, ganhar milhas e ter um dia certo para fazer o pagamento. Sabendo disso, podemos dizer que as formas de pagamento impactam diretamente nos resultados do negócio. 

Quais são as principais formas de pagamento e-commerce?

Já que as formas de pagamento e-commerce tem muita influência na possibilidade de crescimento e de consolidação de um comércio eletrônico, a nossa recomendação é que os gestores virtuais busquem estudar esse tópico e ir atrás de soluções viáveis e interessantes para os seus negócios.
Afinal, os consumidores podem deixar de comprar na loja virtual se não encontrarem a sua modalidade de pagamento preferida. Vale lembrar que num mercado como o brasileiro, muitas pessoas sequer têm cartão de crédito. Por isso, fica a dica de nunca limitar o pagamento a uma forma ou duas. Veja aqui as principais formas de pagamento online:

1. Cartão de crédito

O cartão de crédito é uma das modalidades de pagamento mais comuns das vendas online e a razão disso é simples: esse meio oferece muita praticidade na hora do pagamento e ainda conta com a possibilidade de parcelamento, que deve ser oferecida pela loja virtual caso entenda que é uma boa estratégia.

Sem dúvidas, o cartão de crédito é o meio de pagamento preferido de muita gente, por isso deve ser disponibilizado no e-commerce. Porém, é necessário ponderar que muitos brasileiros não têm acesso a ele, por isso o cartão de crédito nunca deve ser o único meio oferecido.

2. Boleto Bancário

Essa é uma das formas de pagamento e-commerce mais populares do mercado brasileiro. É especialmente utilizada por pessoas que não têm cartão de crédito ou que têm medo de digitar os números do cartão num e-commerce desconhecido. Além disso, é usada para pagamento de valores baixos, que não precisam ser parcelados.

Para os lojistas, o boleto bancário gera algumas dúvidas, pois tem custo de emissão e pode não ser pago na hora da compra. Após a emissão, o cliente tem algum prazo para fazer o pagamento, o que dá tempo para que acabe desistindo da compra.

3. Débito Automático (débito em conta, débito online)

O débito automático é uma boa forma de organizar as finanças, pois o consumidor não precisa se lembrar com frequência daquela data de pagamento. No entanto, ele serve apenas para compras recorrentes, como pagamento de luz, água, internet.

Como os clubes de assinatura estão em alta no mercado virtual, ele pode ter serventia para esse mercado. Em tempo: esses clubes enviam produtos mensais com curadoria para o endereço dos seus clientes, como vinhos, cervejas, chocolates e caixas com produtos saudáveis.

4. Pagamentos digitais

As carteiras digitais são uma maneira moderna de fazer pagamentos online. Elas operam a base de um aplicativo de celular ou tablet, que reúne as informações do usuário que devem ser utilizadas na hora da compra no e-commerce.

Esse serviço tem alto nível de segurança, o que gera valor até para os clientes mais desconfiados. No entanto, é usado principalmente por consumidores mais jovens, que estão mais atentos e abertos à inovação.

5. Transferência bancária

A transferência bancária é utilizada principalmente em compras informais, que ocorrem geralmente em redes sociais como Facebook e Instagram. Embora seja uma possibilidade comum e viável para os brasileiros, é de difícil gestão para o empreendedor do e-commerce, que precisa conferir as entradas de maneira manual.

Por isso, recomenda-se esse método apenas a comerciantes que estão começando no mercado digital e que têm baixo volume de vendas. E aqui fica um alerta: algumas pessoas má intencionadas aplicam golpes com envelopes vazios, mandando o comprovante para o lojista liberar a compra. 

Qual o melhor meio de pagamento para venda online?

Agora que você já conhece as principais formas de pagamento e-commerce, deve estar se perguntando qual delas é a ideal para as vendas online. A resposta é: depende! Isso varia conforme o seu produto, segmento e público-alvo. Uma loja que venda produtos com valores altos, por exemplo, deve liberar o parcelamento no cartão de crédito.

No entanto, um e-commerce pequeno de artesanato pode ter como principal meio de pagamento o boleto bancário. A dica é nunca limitar a forma de pagamento a uma única modalidade: pessoas com o mesmo perfil e poder aquisitivo têm comportamentos de pagamento muito diferentes. Quanto mais variedade você oferecer, melhor. 

Como integrar as formas de pagamento loja virtual?

Aqui entra um ponto importante para o seu comércio eletrônico. Falamos que o ideal é oferecer vários métodos de pagamento e você deve estar se perguntando como fará para dar conta de tantas verificações. O caminho para isso é a integração das formas de pagamento! Não tenha dúvidas de que isso tornará sua rotina mais prática e assertiva. 

As melhores plataformas do mercado oferecem integrações e automatizações que gerenciam diversas funções do negócio, como controle de estoque, emissão de notas fiscais e assim por diante. Ao integrar as formas de pagamento com sua loja virtual você não precisará dar conta de tudo de forma manual, o que confere agilidade às entregas.

Como escolher as melhores formas de pagamento?

Sem dúvidas, a escolha da forma de pagamento adequada para seu e-commerce impacta diretamente nos resultados do negócio. E por resultados nos referimos à quantidade de clientes ativos e ao faturamento médio da empresa – razões importantes o suficiente para você dar a atenção que esse tópico merece. 

Mas como saber que meios de pagamento são os melhores para o seu negócio? A seguir apresentaremos algumas dicas simples e práticas para você escolher as melhores formas de pagamento e-commerce. Confira aqui:  

Entenda o perfil do público

Antes de escolher pelos meios de pagamento que você vai disponibilizar em sua loja virtual, é fundamental entender o perfil do seu público-alvo. Para isso, definir informações como idade, gênero, localização geográfica, escolaridade e profissão das pessoas com maiores chances de comprarem de sua loja virtual. 

Ao entender essas características, você poderá criar um e-commerce voltado para as necessidades do grupo, o que poderá ser visto pela curadoria de produto, disponibilidade dos meios de entrega e, é claro, variedade das formas de pagamento.

Analise o mercado

A análise do mercado também já deverá ter sido feita antes de você definir os meios de pagamento que disponibilizará em seu e-commerce. Você sabe para que ela serve? Pois bem, quando você decide vender na internet, deve escolher um produto com o qual tenha afinidade, pois dedicará todos os seus dias a convencer os clientes de que vale a pena investir nele.

No entanto, não basta apenas amar profundamente esse segmento, também é necessário saber se existe espaço para novos lojistas entrarem nesse mercado. Caso o cenário já esteja saturado, não vai valer a pena investir num novo negócio. E é claro que esse segmento também vai influenciar nos tipos de formas de pagamento disponíveis. 

 

Verifique a cobrança de taxas

Não adianta disponibilizar um meio de pagamento que atraia os clientes, mas que cobre taxas altíssimas do lojista. Por isso, o ideal é pesquisar as diferentes empresas que disponibilizam os métodos de pagamento e ir atrás de uma que ofereça bom custo-benefício para o negócio.

Em geral, o contrato direto com os bancos e operadoras de cartão de crédito sai caro para os lojistas, que precisarão vender muito para cobrir esses custos. Vale pesquisar por alternativas como PayPal e PagSeguro, por exemplo, que costumam ter boas soluções para os empreendedores digitais.

Analise as diferenças nos prazos

A mesma dica que falamos acima vale para a análise dos prazos de recebimento do dinheiro. Afinal, liquidez é tudo para quem vende online, não é mesmo? Por isso, além de levar em consideração as taxas de serviço, também é necessário saber quanto tempo demora para o dinheiro cair na conta.

No caso de disponibilizar o pagamento parcelado, esse ponto deve ser visto com ainda mais atenção, pois engloba taxas mais altas e, geralmente, também envolve prazo mais alargado para o recebimento do dinheiro. Por isso, não tome nenhuma decisão antes de buscar números e de fazer cálculos.

Avalie a facilidade de integração

Um dos pontos mais importantes para a disponibilização dos meios de pagamento é a facilidade de integração com o e-commerce. Você já deve saber que as melhores plataformas de loja virtual têm serviços de automatização que facilitam a gestão da loja, seja controlando o estoque ou emitindo a nota fiscal.

Poder integrar os pagamentos com a plataforma de e-commerce simplifica muito o trabalho do empreendedor, e, além de centralizar as informações em um só lugar, também dá segurança de que os dados estão corretos, já que tudo é feito de forma automática.

Considere a experiência do usuário

Você leva em consideração a experiência do usuário antes de tomar decisões para o seu negócio? Não? Pois deveria! Isso vale tanto para a construção do site do e-commerce quanto para a disponibilização de meios de pagamento. Mas, afinal, o que é essa tal de experiência do usuário?

São as características de um e-commerce que melhoram a navegação dos clientes na loja virtual, facilitando a jornada de compra e aumentando as chances de concretização dos pedidos. Sabendo disso, escolha sistemas de pagamento que sejam rápidos, seguros e fáceis de serem preenchidos. 

Examine a segurança para o lojista

Por fim, dê atenção à segurança das plataformas de pagamento. E isso vale tanto para o lojista quanto para o consumidor, ok? O cliente tem que se sentir seguro para colocar o número do seu cartão de crédito, por exemplo. Mas, além disso, o lojista tem que ter a garantia de que vai receber aquele dinheiro.

Por isso, nada de contar com soluções gratuitas e milagrosas, ok? Se alguma plataforma de pagamentos prometer coisas que nenhuma outra promete e, principalmente, tiver custo muito abaixo do mercado, desconfie! Os dados da sua loja e de seus clientes não podem estar em risco! 

Como você pode ver, existem muitas formas de pagamento e-commerce. A escolha delas dependem de uma série de fatores, que devem ser analisados com toda calma e cautela. Quanto mais consistente for a criação da sua empresa, mais chances você terá de acertar na hora de escolher os melhores métodos para seu negócio.

Por isso, dedique-se a encontrar um bom produto, a se aprofundar no segmento em que quer entrar e a conhecer profundamente o seu público-alvo. E aqui vai uma dica: quando tudo isso já tiver definido, analise a sua concorrência e veja os meios de pagamento que ela oferece. Isso pode ajudá-lo a entender que formas de pagamento importam para o grupo que você vai atender.

O mesmo pode ser feito para definir as formas de entrega e até mesmo para criar alguma promoção em data especial. É claro que a análise de concorrência não deve servir para copiar, mas sim para se inspirar. Desse estudo podem vir boas ideias. E falando nisso, que tal ler mais sobre a concorrência no e-commerce? Sem dúvidas esse conhecimento vai contribuir para o seu negócio! 

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta