Loja Virtual Marketplace

Como vender no Marketplace: tudo o que você precisa saber!

Ilustração de uma feira, fazendo alusão ao marketplace e como vender no marketplace

Existem muitas maneiras de divulgar produtos na internet e de ganhar dinheiro com isso. Quando falamos de vendas online, o comércio eletrônico é a primeira modalidade que vem à mente, mas não é a única. O marketplace também pode ser uma excelente alternativa para quem começar a vender com um investimento inicial bem baixo.

Se você quer começar a trabalhar no mercado digital, mas tem dúvidas, esse texto é para você! Aqui explicaremos tudo o que você precisa saber sobre como vender no marketplace e falaremos das principais vantagens de marcar presença neste canal de vendas. Siga em frente e boa leitura!

O que é um marketplace?

Antes de mais nada, você precisa entender o que é um marketplace. Em uma comparação ligeira com o comércio tradicional, podemos dizer que o marketplace se assemelha a um shopping center, uma vez que reúne vendedores de diferentes segmentos e que ofertam os mais variados tipos de produto.

Se você acessar o Mercado Livre, por exemplo, encontrará vendedores de absolutamente todos os segmentos: roupas, acessórios, materiais esportivos, itens de viagens, eletrônicos, eletrodomésticos e até carros e apartamentos! Não é tão diferente de uma caminhada no shopping, não é mesmo? 

É possível vender no marketplace sem ter uma loja virtual?

Essa é uma dúvida bem frequente, já que muitas pessoas acreditam que a única forma de vender online é a partir de uma loja virtual. A boa notícia é que esse não é um requisito fundamental para participar de um marketplace. Embora nada impeça que um vendedor de commerce participe do Mercado Livre, por exemplo, essa escolha é totalmente opcional. 

Ou seja, é possível se cadastrar em um canal de vendas sem ter uma loja virtual e, inclusive, sem ter muita experiência com vendas. Muitos vendedores iniciantes, que querem conhecer o mercado digital, começam a comercializar uma pequena quantidade de produtos em marketplaces justamente com o objetivo de testar a possibilidade. 

O que precisa para vender no marketplace?

Mas será que qualquer pessoa pode se cadastrar e vender num marketplace? Cada canal tem as suas regras específicas, por isso não podemos generalizar as informações. A seguir veja o que necessário para vender em três grandes marketplaces do Brasil:

Lojas Americanas

No marketplace das Lojas Americanas, o vendedor deve fazer um cadastro, que será analisado pela rede. Depois de aprovado, poderá incluir os produtos no site e começar a vender. Um detalhe importante: é necessário ter CNPJ ativo para poder participar, além de CNAE de varejista, conta corrente para pessoa jurídica e poder emitir nota fiscal.

Facebook

O marketplace do Facebook, por sua vez, não faz uma análise do vendedor, mas analisa o anúncio em si para confirmar se os produtos oferecidos estão dentro dos termos de segurança da rede social. Para incluir os produtos é necessário fazer um cadastro com fotografias, características de cada item, cidade e preço. 

Mercado Livre

O Mercado Livre é o maior marketplace da América Latina e, por isso, é o canal preferido de quem quer crescer no mercado digital. O site permite que os vendedores sejam pessoa física ou jurídica e solicita um cadastro prévio. Depois, é só incluir os produtos na forma de anúncio e começar a trabalhar! 

Vantagens de vender no marketplace

Em primeiro lugar, participar de um marketplace requer um investimento financeiro mais baixo do que criar uma loja virtual em uma plataforma própria ou alugada. Por essa razão, muitos vendedores iniciantes optam por começar a vender em canais como Mercado Livre, OLX e Lojas Americanas. 

Além disso, o marketplace tem um grande número de acessos por dia, funcionando como uma grande vitrine para os lojistas. Desta forma, as chances de venda são realmente altas, principalmente se os produtos estiverem com boas descrições e preços competitivos. 

Quanto custa vender em marketplace?

Qual é o preço para vender num marketplace? Essa é uma das dúvidas mais frequentes de quem está pensando em se cadastrar nesse canal de vendas. Como parâmetro vamos usar o Mercado Livre, que é o marketplace mais relevante do Brasil. Lá, os anúncios dos produtos são grátis, ou seja, você pode incluir produtos sem pagar um centavo.

No entanto, quando vender, poderá ser necessário pagar uma tarifa para o marketplace. Tudo depende do plano que o vendedor tiver escolhido: o grátis não cobra pela venda, no entanto tem visibilidade limitada. Já o clássico e o premium cobram uma taxa de R$ 5 mais uma porcentagem entre 10% e 19% para produtos abaixo de R$ 99 e somente a porcentagem no caso de produtos com valor acima de R$ 99. 

Como vender no marketplace?

Agora que você já entendeu as principais características de canais de venda como Mercado Livre, Lojas Americanas e até Facebook, vamos falar sobre como vender no marketplace. Afinal, mesmo que esses pontos de venda sejam práticos e intuitivos, algumas estratégias podem ajudá-lo a se destacar diante da concorrência. Confira essas dicas:

  • Descreva os produtos de forma completa
  • Use fotografias de qualidade e que apresentem o produto tal como ele é
  • Coloque preços competitivos
  • Responda às perguntas com agilidade 

Qual a melhor plataforma para integração de loja virtual com marketplace?

Falamos que ter uma loja virtual não é um requisito essencial para vender em marketplace. No entanto, existem pessoas que optam pela presença em mais de um canal de vendas. Nesse caso, uma plataforma de integração tem muito a agregar para a gestão do negócio. Um bom exemplo é o Mintegra, que unifica os sistemas de e-commerce com marketplace.

A vantagem é que o vendedor pode gerenciar os anúncios, o preço e o estoque de forma integrada, reduzindo o tempo e os riscos de vender o mesmo item em dois canais distintos. A boa notícia é que quem tem seu e-commerce na plataforma da Simplo 7 pode contar com a integração do Mintegra, ganhando tempo e organização. 

Opções de integração disponíveis no Simplo7

A Simplo 7 é uma excelente plataforma para quem quer crescer no mercado online. Seus recursos são completos e as possibilidades de integração agilizam o trabalho do gestor do negócio. Veja algumas integrações disponíveis na plataforma:

Mercado Livre

O vendedor do e-commerce pode integrar o seu estoque com o Mercado Livre, podendo gerir tudo num só painel. Desta maneira, controla as vendas, a disponibilidade de produtos e os preços de maneira unificada, sem ter trabalho em dobro.

Zoom

O Zoom apresenta a melhor cotação de preços em lojas de boa reputação no mercado digital, oferecendo uma experiência segura e confiável para os usuários. A integração pode ser feita com facilidade pela Simplo 7.

Buscapé

O Buscapé é uma plataforma relevante para pesquisa de preços e para a concretização de compra. O site oferece bastante visibilidade para os vendedores, o que torna a integração interessante.

Google Shopping

O Google Shopping também é um canal importante para a divulgação do negócio, já que está vinculado ao maior buscador do mundo! A Simplo 7 também viabiliza a integração segura com esse canal. 

O que achou do nosso conteúdo? Agora que você já sabe como vender no marketplace, que tal começar a planejar seu negócio? Clique aqui e descubra todos os recursos que a Simplo 7 oferece para você criar sua loja virtual e vender muito. 

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta