Marketing Marketing e Redes Sociais

Marketing digital para lojas virtuais: melhores técnicas para usar

Marketing digital para lojas virtuais

O marketing digital para lojas virtuais nunca esteve tão em alta. Afinal, em tempos de pandemia, o e-commerce cresceu consideravelmente, com pessoas fazendo compras dos mais variados itens pela internet. 

Mas como pode ser o marketing digital para lojas virtuais? Quais são as técnicas que podem ser inseridas para que gere resultados positivos em relação às vendas, por exemplo? 

Vamos falar sobre algumas boas opções de técnicas de marketing a serem aplicadas em lojas virtuais. Confira! 

Por que o marketing digital para lojas virtuais é importante?

 

O Brasil é um país no qual a internet é acessada por um grande número de pessoas, mais precisamente cerca de 134 milhões ou 74% da população acima de 10 anos de idade acessa a internet. 

A maioria dos usuários da internet estão na faixa etária de 10 a 45 anos de idade, mas a população de mais idade também vem crescendo no acesso à internet: uma a cada 4 pessoas com mais de 60 anos acessa, com frequência, a internet. 

Por isso, o público que pode ser alcançado pelo marketing digital é gigante, o que certamente pode trazer resultados extremamente positivos. 

Portanto, não importa o tipo de loja virtual que você tem – o marketing digital é essencial para sobreviver nos dias de hoje. 

Assim, se você tem uma loja virtual de produtos, ou então de cursos, como um curso de atualização em nutrição, por exemplo, ou até mesmo uma loja virtual de serviços, como o de uma empresa de TI, o importante é saber quais são as estratégias que o marketing digital tem e que podem ser aplicadas no seu negócio. 

Estratégias de marketing digital para lojas virtuais 

 

Existem diversas estratégias de marketing virtual para lojas virtuais. O importante é saber quais você pode aplicar no seu negócio e a importância de cada uma. 

1. Planejamento 

 

O primeiro e mais importante passo é o planejamento. Para isso, é essencial saber em que ponto sua loja virtual está: como estão as vendas? E o acesso aos sites e redes sociais? 

Precisa de ações para mudar tudo isso? Quem vai fazer essas ações? Você mesmo ou vai contratar uma empresa para manter a produção de conteúdo e atualização constante do site? 

E a interação com os clientes? Quem ficará responsável por isso? 

Há reclamações da entrega dos produtos, por exemplo? Como é feita essa entrega? Será que não está na hora de pensar em uma nova empresa parceira para se responsabilizar pelas entregas? 

Veja como há inúmeras questões a serem levantadas, para só daí estabelecer o planejamento das ações a serem tomadas. 

2. Estabeleça a identidade da sua marca 

 

O que o cliente pensa sobre a sua marca? A missão e os valores da sua empresa são divulgados adequadamente? 

Essas são questões importantes no mundo atual, em que clientes (atuais e futuros) estabelecem conexões e julgamentos sobre as marcas, devido às suas ações e como a marca se posiciona perante questões importantes, como diversidade e meio ambiente, por exemplo. 

A construção da identidade da marca se chama branding e é essencial para a manutenção da empresa no competitivo mercado atual. 

3. Segmentação do público 

 

Algo que nem sempre as empresas consideram é quem é o público-alvo. Sabendo quem é o público-alvo, as ações de marketing são mais direcionadas. 

Afinal, é necessário uma maneira específica para se comunicar com um público-alvo específico. 

Mas, lembre-se que mesmo que você tenha um nicho restrito, você ainda deve considerar clientes que acabaram de ter contato com seu produto. Já outros realizaram compras e devem ser fidelizados. 

A maneira que você deve interagir com eles é diferente. Portanto, é essencial que esse público seja segmentado, para que você consiga abrangê-lo em sua totalidade. 

4. Redes sociais e marketing de conteúdo 

 

Atualmente, as redes sociais têm um impacto gigante em qualquer ação de marketing. 

Só para se ter uma ideia, 66% da população brasileira acessa redes sociais e o uso das redes sociais no Brasil tem um lado comercial muito apurado. 

O que isso significa? Significa que pessoas buscam, em redes sociais, informações, produtos, opiniões, antes de fechar um negócio. E isso vale desde uma compra de um produto, até mesmo a escolha de um médico, por exemplo. 

Dentre as principais redes sociais acessadas no Brasil, o Facebook ainda ocupa o primeiro ugar, seguido pelo Whatsapp, Youtube e Instagram. De fato, a rede social que mais cresceu, nesse grupo, foi o Instagram. 

O marketing de conteúdo, quando textos informativos e com conteúdo apurado é apresentado ao cliente, é também uma ação necessária, uma vez que, conforme já dito, as pessoas buscam, cada vez mais, informações pela internet. 

Com conteúdo relevante e informações precisas, você consegue conquistar a confiança do seu público, tornando sua marca cada vez mais relevante no cenário. 

5. Use técnicas de SEO 

 

SEO significa Search Engine Optimization, que é a forma que os algoritmos do Google classificam as páginas e conteúdos na internet. 

Boas práticas de SEO incluem diversas formas de escrever o conteúdo que se deseja passar, para que o texto fique mais fluido, fácil de ser entendido pelo público-alvo e tenha bom ranqueamento. 

Mas o que vem a ser ranqueamento? 

Quando você procura um termo na pesquisa do Google, geralmente passa da segunda página de pesquisa ou fica só na primeira página? 

Se você fica só na primeira página, você não está sozinho. A maioria dos usuários faz exatamente isso. 

Portanto, se sua página não está logo no início das páginas divulgadas pelo Google, o número de acessos vai ser pequeno e assim, certamente suas vendas também serão. 

Você precisa que suas páginas e o conteúdo sejam otimizados. Aqui vão algumas regras de boas práticas de SEO: 

  • Utilize links internos e externos na sua página; 
  • Tenha imagens otimizadas, que carregam rapidamente quando o usuário entra no site; 
  • Trabalhe as palavras-chaves corretamente; 
  • Faça uma meta descrição do conteúdo do texto; 
  • Organize seu site, para que ele seja fácil e intuitivo para o usuário. 

Dessa forma, na hora de produzir conteúdos para internet, sempre utilize boas práticas de SEO. Inclusive, os próprios programas utilizados para produção de conteúdo (WordPress, por exemplo), já indicam se o SEO daquele conteúdo está bom ou ruim. 

A legibilidade do conteúdo, ou seja, se ele é entendido com facilidade e se não cansa o leitor, também é avaliado pelo Google. 

Assim, considere sempre SEO e legibilidade verde para que o que você quer publicar seja bastante divulgado e acessado pelos usuários. 

 

O marketing virtual para lojas virtuais é essencial para que você consiga atingir o público-alvo e fidelizar clientes. 

Não importa qual seja o seu nicho, seguir algumas dicas básicas de marketing digital fará com que seu negócio cresça consideravelmente. 

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta