Loja Virtual

Loja virtual com controle de estoque: plataforma de integração

Ilustração de controle de estoque

O controle de estoque é um dos principais pontos que o gestor do comércio eletrônico precisa levar em consideração, é preciso ter uma loja virtual com controle de estoque. Afinal, é isso que garante que os consumidores encontrarão os produtos disponíveis na hora que quiserem finalizar a compra.

Para que tudo dê certo, o responsável pelo e-commerce deve ter o número de produtos atualizados e saber o momento exato para solicitar a reposição dos itens junto ao fornecedor. Além disso, precisa ter noção da quantidade necessária para cada pedido. 

A boa notícia é que existem programas automatizados para comércios eletrônicos que facilitam esse controle, reduzindo os riscos de os produtos ficarem esgotados. Quer saber mais sobre loja virtual com controle de estoque? Falaremos disso a seguir! 

O que é programa de controle de estoque?

Antes de falarmos sobre loja virtual com controle de estoque, precisamos esclarecer o que é um programa de controle de estoque. Trata-se de um sistema automatizado que auxilia o gestor da loja virtual a gerenciar os produtos, pedidos, vendas, relatórios e fornecedores. 

A partir da integração dos diferentes pontos do e-commerce, é possível visualizar quais são os produtos que têm mais saída e que itens já devem ser repostos. Embora muitos comércios eletrônicos iniciam as atividades com controle manual, a tarefa ficará inviável conforme o negócio for crescendo, já que exige muito tempo e atenção.

Vale a pena usar programa de controle de estoque grátis?

Em geral, os programas gratuitos são eficientes principalmente para o controle de inventário de uma loja virtual. Ou seja, auxiliam o gestor do e-commerce a registrar os produtos disponíveis, suas características específicas e quantidades. Desta forma, atualizam os registros a cada venda, apresentando os números de produtos ainda em estoque.

O ideal é que esses registros sejam feitos e atualizados logo que a loja virtual inicia as suas atividades. Assim, tudo pode ser controlado a partir da tela do computador, sem a necessidade de ir até o estoque físico para fazer um balanço dos produtos. 

Como funciona a loja virtual com estoque integrado a loja física?

Você já deve ter visto casos de lojas físicas que começam a vender online e vice-versa. Nesse caso, você sabe como funciona o controle de estoque? Quando um comércio tem mais de um canal de vendas, mas tem somente um almoxarifado para os produtos, o ideal é que esse inventário seja feito de forma integrada.

Ou seja, que o estoque da loja física e da loja virtual sejam um só e que possam ser atualizados a cada venda. Isso reduz o risco de o último produto da prateleira ser vendido ao mesmo tempo nos dois canais de vendas.

Como montar estoque para loja virtual?

Muitos empreendedores têm dúvidas sobre quantidade de produtos para a estreia da loja. Tudo depende do tempo que fornecedor demora para repor esses itens. No caso de o fornecedor atuar na mesma região e ter prazo de entrega pequeno, não vale a pena começar a loja com um grande estoque.
Ao mesmo tempo, quando se trata de fornecedores distantes, em geral é necessário fazer uma compra maior, o que representa um investimento inicial elevado. Aqui, é fundamental que o empreendedor tenha feito um estudo aprofundado sobre o mercado que está entrando e o público que está atendendo. Aliás, essa dica vale para qualquer negócio, ok?

Como fazer um controle de estoque eficiente?

Mas como fazer um controle de estoque eficiente? De fato, essa é uma questão que gera muitas dúvidas, uma vez que o controle de produtos de um comércio eletrônico impacta diretamente na etapa de venda e de remessa das encomendas para os consumidores. 

A boa notícia é que existem algumas técnicas que podem ser aplicadas pela loja virtual com controle de estoque para que tudo corra da melhor maneira possível. Confira aqui cinco dicas simples e eficientes:

1. Registre documentos de saída e entrada

O responsável pelo controle de estoque da loja virtual deve registrar cada entrada e saída de produtos antes de incluí-los ou de retirá-los do almoxarifado. A padronização desta etapa faz com que os registros estejam sempre atualizados e sejam confiáveis.  

2. Faça inventários constantemente

Fazer inventário significa ter uma lista completa com todos os produtos que estão guardados no almoxarifado da empresa. A lista precisa ter a quantidade e as especificações de cada item. Eventualmente, convém pegar determinado tipo de produto para fazer uma conferência por amostragem. 

3. Crie indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho ajudam o gestor da loja virtual a entender quais produtos têm mais saída e, por isso, precisam ser repostos com mais frequência. A partir desses números, também é possível entender se existe alguma época do ano específica para cada tipo de produto e até mesmo pensar em promoções.

4. Crie ou compre um sistema informatizado

O Excel é um programa excelente para a gestão de estoque em planilhas. No entanto, a conferência de produtos e a inserção das informações de forma manual pode ficar penosa para um e-commerce em crescimento. Um sistema automatizado tem muito a colaborar com o fluxo de trabalho de uma loja virtual.

5. Faça a adesão de uma plataforma que ofereça o serviço

Para evitar trabalho desnecessário, o ideal é que o gestor da loja virtual já escolha uma plataforma que ofereça integração com um sistema de gestão de estoque. Assim, o negócio começa automatizado desde os seus primeiros dias, facilitando a rotina e tendo mais controle sobre as informações. 

Integração com a plataforma Simplo 7

A Simplo 7 é um exemplo de plataforma que oferece a possibilidade de integração com o sistema de gestão de estoque do Bling, ideal para micro e pequenas empresas. Entre outras funções, ele permite cadastrar produtos, controlar fluxo e organizar as informações referentes às vendas. Veja o que é necessário fazer para integrar o Bling com a Simplo 7: 

Controle de estoque com Bling para loja virtual

Antes de mostrarmos o que deve ser feito, é preciso destacar que existem diferentes formas de conduzir essa integração. Sabendo disso, apresentaremos as principais possibilidades, para que você possa entender em qual delas o seu e-commerce se enquadra. Confira:

Produtos cadastrados apenas na Simplo 7

Aqui, é necessário importar os produtos da Simplo 7 para a base da Bling:

Importação de produto > Configuração de serviços logísticos > Configuração da nat. operação > Configuração do cert. digital

Produtos cadastrados apenas no Bling

Esse caso é o oposto do que mostramos acima. Aqui, será preciso exportar os produtos do Bling para a Simplo 7:

Exportação de produto > Configuração de serviços logísticos > Configuração da nat. operação > Configuração do cert. digital

Produtos cadastrados no Bling e na Simplo 7

Nesse caso, por sua vez, as bases do Bling e da Simplo 7 estão iguais, por isso será possível escolher se você quer importar os produtos para o Bling ou exportar para a Simplo 7. A ideia dessa ação é atualizar os produtos e, por isso, o ideal é fazer o backup dos itens que estão cadastrados no Bling. 

Se você não quiser fazer a ação de importar ou de exportar, existe a possibilidade de fazer tudo forma manual ou de entrar em contato com o suporte da plataforma:

Códigos SKU são iguais no Bling e na plataforma? > Sim > Deseja importar seus produtos para o Bling? > Sim > Realize o backup dos seus produtos > Importe os produtos para o Bling

Atenção: Se os produtos tiverem códigos distintos em cada plataforma, existirá duplicidade. Recomenda-se confirmar se está tudo correto na hora de importar ou de exportar os itens. 

Produtos não cadastrados 

Se não houver produtos nem no Bling e nem na Simplo 7, o gestor deverá cadastrar preferencialmente no Bling e depois exportá-los para a Simplo 7. 

Exportação de produto > Configuração de serviços logísticos > Configuração da nat. operação > Configuração do cert. digital > Configuração da NF-e

Configuração na Simplo 7

Após verificar em qual caso a sua loja virtual se encontra e de fazer a importação ou a exportação recomendada, será o momento de fazer a configuração na Simplo 7: 

Localize a URL da sua loja > Clique em Olá, Nome da Loja > Clique em Copiar a App Key

Configuração no Bling

Depois de ter feito os passos acima na Simplo 7, será hora de configurar o Bling:

Preferências > Integrações > Configurações de integração com lojas virtuais e marketplaces

Para autenticar a integração, terá que:

Criar um nome para o canal de vendas > Colar a URL da loja > Colar a App Key da Simplo 7 > Clicar em testar

Cupom bling:

Além de tudo isso, disponibilizamos para você um cupom do Bling com 4 meses grátis: #dloja4meses

No momento que antecede a confirmação, verifique as regras de operação de produtos e de vendas. Se quiser que os pedidos da Simplo 7 sejam importados de forma automática para o Bling, selecione o item integração automática. 

O que achou deste conteúdo? Agora que você já sabe sobre a importância de ter uma loja virtual com controle de estoque, sugerimos que leia esse artigo sobre os erros mais comuns que ocorrem durante a gestão de um e-commerce. Esse é outro tema muito importante para quem trabalha com vendas, uma vez que impacta diretamente nos resultados do negócio!

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta