Integração

Afinal, o que é dropshipping?

Vender pela internet definitivamente é um mar de possibilidades. Esse é um canal que oferece a oportunidade para muitos, mas nem todos sabem como acelerar o seu crescimento nesse meio. Então, entender o que é dropshipping pode ajudar muito nessa questão.

Se você quer abrir uma loja virtual, deve ter percebido que há uma série de processos necessários para que isso aconteça. Entre ele estão: construir um site; contatar fornecedores; e como organizar a entregas de produtos.

Sabemos que nem sempre estas são tarefas simples. Que tal, então, pular algumas dessas etapas e deixar tudo mais fácil? Atingir esse objetivo é o que técnicas como o dropshipping oferecem!

Neste post, vamos falar sobre o que é dropshipping, quais impactos traz para a gestão de negócios e as principais vantagens e desvantagens de incorporá-lo na estratégia de uma loja virtual. Confira conosco!

O que é dropshipping?

dropshipping é um método de logística para e-commerce que permite que uma loja virtual ofereça produtos aos seus clientes, deixando a gestão de estoque e a entrega dos itens nas mãos de fornecedores locais ou de lojas internacionais.

Desse modo, o papel da loja é o de servir como intermediária entre o consumidor e o fornecedor em si. Sendo assim, para que os consumidores optem por comprar os produtos com o ”meio-campo”, que será a sua loja virtual, é fundamental que ela ofereça alguns diferenciais em relação aos fornecedores, como visibilidade, confiança, promoções, conceito, entre outros.

Como o dropshipping funciona?

Preparamos um passo a passo rápido para que você entenda como esse método funciona sob o olhar de quem  fará a compra na sua loja virtual: o cliente. Veja:

  • o cliente faz uma compra na sua loja online;
  • a sua loja recebe o pedido e repassa a demanda para o parceiro, que tem o produto em estoque;
  • o parceiro recebe o pedido e fica responsável por entregar o pedido diretamente ao cliente.

O processo é muito simples, sem qualquer complicação.

De que forma facilita a gestão da loja?

Uma vez que o dropshipping exima a sua loja de gerir o estoque e fazer as entregas dos produtos, ele pode cumprir duas funções na sua estratégia.

A primeira consiste em não se preocupar com a logística, ideal para novas lojas e/ou para os lojistas que não dispõe de muito capital. A segunda se trata de experimentar a expansão dos negócios de uma loja virtual consolidada sem correr grandes riscos.

Seja como for, o dropshipping permite que sobre mais tempo e dinheiro para você investir em outros processos importantes para a saúde do seu negócio, como o marketing digital e a comunicação com os clientes.

Quando o dropshipping é recomendado?

Obviamente que o dropshipping não é a única fórmula de vendas online; assim como outros métodos, existem  situações em que é o mais recomendado. Destacamos duas delas a seguir.

Negócio sem espaço para armazenar produtos

Quando o negócio não possui um espaço físico para construir um estoque, fica difícil pensar em como é possível vender produtos pela internet, visto que em algum momento as vendas ocorrerão.

Ao ser terceirizado para o próprio fornecedor o problema deixa de existir. Então, torna-se possível construir um negócio seguindo esse modelo.

Variedade de produtos e mercado de nicho

Outra situação em que é recomendado trabalhar com dropshipping é quando a loja possui uma grande variedade de produtos e precisa de muitos fornecedores para dar conta do seu mercado.

Da mesma maneira, para atender um mercado nicho é mais vantajoso adotar o dropshipping do que ter que estocar itens muito específicos, gerando gastos.

Quais são os riscos?

Agora, vamos falar dos riscos que o dropshipping oferece ao negócio, visto que o produto sai diretamente do fornecedor até a casa do cliente. Para ficar claro, criamos uma pequena lista para você verificar:

  • impossibilidade de controle da qualidade do produto pelo negócio;
  • possibilidade de entrega de itens danificados ao cliente;
  • risco do não cumprimento do prazo de entrega;
  • ter possíveis problemas de relacionamento com o cliente e com o fornecedor.

Fique tranquilo! Esses riscos podem ser minimizados. Basta ter uma boa comunicação com o fornecedor e procurar saber melhor sobre a qualidade dos materiais que põe à venda.

Além disso, um bom atendimento ao cliente é capaz de solucionar qualquer problema que possa ocorrer nesse sentido.

E as vantagens?

Chegou a hora de ressaltar as vantagens que o dropshipping oferece para uma loja virtual. Confira a lista que preparamos:

  • diminuição de custos, entre eles o de armazenamento e entrega;
  • possibilidade de oferecer uma variedade maior de produtos;
  • aquisição de produtos feita sob demanda;
  • possibilidade de expansão do negócio com menos custos;
  • evita ter produtos “parados em estoque”.

O método tem desvantagens?

Esse modelo também possui alguns pontos de atenção, por isso, é importante que você os avalie para decidir com segurança. Entre eles, destacamos:

  • possibilidade de contratar fornecedores que coloquem o negócio em risco, principalmente os que são de fora do Brasil;
  • dependência total de terceiros para funcionar;
  • baixa margem de lucro, principalmente no início da operação;
  • ausência de controle das mercadorias enviadas.

Portanto, é preciso cuidar muito bem para que esses pontos não acabem atrapalhando a operação da sua loja virtual.

Como aplicar o dropshipping na sua loja virtual?

Para finalizar, preparamos aqui um rápido passo a passo para aplicar o dropshipping:

  • escolha quais os tipos de produtos que serão vendidos;
  • busque fornecedores que oferecem os produtos escolhidos;
  • verifique se eles trabalham com essa modalidade;
  • entenda como será o acordo, principalmente da parte de revenda;
  • combine a comunicação entre o e-commerce e o fornecedor;
  • feche o contrato.

Esperamos que, com este texto, você tenha entendido o que é dropshipping e, com isso, possa avaliar os benefícios dessa estratégia de vendas para a sua loja virtual. Como em diferentes tipos de empreendimento, é necessário avaliar a sua situação pessoal e os possíveis benefícios e riscos. Afinal de contas, o fundamental é garantir o crescimento e o sucesso do seu negócio!

E aí, gostou desse conteúdo? Então, siga-nos nas redes sociais para receber novidades! Estamos no Facebook,  Linkedin,  Twitter, Youtube e Instagram.

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta