Loja Virtual

Gestão de e-commerce: 5 erros que você deve evitar para vender mais

O e-commerce é uma excelente opção para quem deseja vender seus produtos na internet. São inúmeras vantagens disponíveis para qualquer tipo de negócio, independentemente de seu porte ou tempo de atuação no mercado. No entanto, é preciso se atentar a alguns detalhes importantes para se fazer uma boa gestão de e-commerce e usufruir de toda sua capacidade.

Pensando nisso, listamos, neste post, 5 erros que você precisa evitar para aumentar suas vendas. Confira!

1. Não criar um plano de negócios

Todas as empresas devem ter um planejamento na sua base. E isso inclui as lojas virtuais. Muitos empresários desse ramo falham exatamente nesse aspecto. Antes de dar início ao empreendimento, é preciso ter claros alguns aspectos, como o objetivo do negócio, sua maneira de atuar, bem como conhecer o perfil dos clientes e descobrir como ajudá-los.

A gestão de e-commerce precisa estar sob o domínio do empreendedor. A maneira como será abordada a logística, o estoque, a produção ou reposição de mercadorias, tudo isso deve constar no plano de negócios para que você defina uma direção a ser seguida.

2. Utilizar uma plataforma incompatível

Na hora de elaborar ou atualizar um e-commerce, a escolha da plataforma é um dos fatores decisivos para o sucesso.

Sistemas que não são compatíveis com os objetivos do empreendimento e não oferecem as funcionalidades necessárias podem ser extremamente prejudiciais. Problemas como a baixa performance de navegação, erros na contabilização de produtos disponíveis e fuga de dados pessoais de clientes podem comprometer todo o negócio.

Portanto, não tenha pressa quando for escolher uma plataforma. Levante suas necessidades atuais e as que podem surgir futuramente e, somente depois disso, avalie as opções disponíveis no mercado. Faça testes e, aí sim, escolha qual é a melhor solução para o seu empreendimento.

3. Oferecer poucas opções de pagamento

Uma das grandes vantagens do varejo online está associada às formas de pagamento. Muitos e-commerces oferecem diversas opções, como boleto online, cartão de crédito de várias bandeiras, débito ou transferência bancária. Além disso, existe a oportunidade de fazer parcelamentos.

Conceder poucas modalidades de pagamento limita o poder de compra dos clientes, impedindo que eles fechem negócio em sua loja e busquem os concorrentes que possuem a opção desejada.

4. Não investir em medidas que aumentam a credibilidade do site

Muitos consumidores fazem pesquisas na internet para verificar a integridade da loja e a taxa de reclamações. Diante disso, investir em parâmetros de segurança e certificações é indispensável. Também é necessário criar campos de comentários para que os compradores possam expressar suas opiniões sobre os produtos adquiridos e gerar confiança em quem pretende comprar.

Além disso, deixe claras e visíveis todas as formas de contato: horário de atendimento, telefone, redes sociais e e-mails. Isso facilita ainda mais as buscas e aumenta as chances de venda.

5. Ter um back office pouco eficiente

Assim que um pedido é feito no site, inicia-se um processo interno, que faz parte da gestão de e-commerce. Esse trabalho é conhecido como back office, pois trata de todo o andamento do pedido. São vários procedimentos, tais como:

  • confirmação do cadastro do cliente;
  • aprovação de pagamento;
  • geração e emissão de nota fiscal eletrônica;
  • controle de estoque;
  • processo de entrega da mercadoria.

É fundamental que o back office funcione corretamente, já que ele fará com que todo o site funcione em sintonia. Ele evitará, por exemplo, que os clientes comprem produtos que estejam em falta no estoque, o que pode gerar conflitos entre as partes e comprometer a reputação da marca.

Se os erros mencionados neste post forem banidos (ou evitados) da sua gestão de e-commerce, você certamente aumentará as vendas e colocará sua marca em um lugar de destaque no mercado em breve. Portanto, comece já a investir em melhorias para o seu negócio!

Gostou deste artigo? Utilize o campo de comentários abaixo para fazer perguntas ou sugestões sobre o tema.

Você pode gostar também

4 Comentários

  • Responder
    Canais de venda on-line: quais são os melhores? - Simplo7
    21 de junho de 2018 de 09:02

    […] que geram mais resultados. O estoque pode até ser o mesmo para todos eles, contudo, a gestão precisa ser unificada para evitar o desconforto de vender o mesmo item para compradores […]

  • Responder
    Primeira venda on-line: como chegar lá? - Simplo7
    27 de junho de 2018 de 10:01

    […] E para ajudar você nessa missão, vamos dar algumas dicas para iniciar suas vendas on-line e evitar erros. […]

  • Responder
    Ameaça virtual: como proteger o e-commerce da ação de hackers? - Simplo7
    6 de julho de 2018 de 10:10

    […] ameaça virtual ronda os e-commerces e pode minar sua lucratividade. São pessoas e aplicações mal-intencionadas que surgem todos os […]

  • Responder
    Entenda o que é mídia programática e o impacto para o e-commerce - Simplo7
    12 de julho de 2018 de 09:06

    […] sites, blogs e portais destinam espaços para a publicidade, contudo, muitas vezes, o e-commerce precisa de um intermediador para anunciar. É nesse contexto que surge a mídia programática, […]

  • Deixe uma resposta