Integração Loja Virtual

Formas de pagamento online: 8 melhores para o e-commerce

ilustração sobre formas de pagamento online

O e-commerce chegou inovando o mercado. Cada dia que passa mais pessoas são atraídas para essa modernização que facilita a vida de muitas pessoas. Por mais que chame atenção comprar no conforto da sua casa, alguns consumidores podem ter a famosa “pulga atrás da orelha” na hora de executar o pagamento.

Se você tem planos de ingressar nessa área como administrador de uma loja virtual, é necessário entender como funciona as formas de pagamento online, assim podendo fornecer as melhores opções para seu cliente, e seu próprio caixa.

Nesta matéria vai ter alguns esclarecimentos sobre como funciona as formas de pagamento online, quais as melhores formas. Boa leitura.

Como receber pagamentos online no e-commerce?

Com a incessante transformação digital, só podemos esperar que o e-commerce cresça mais e mais durante os próximos anos.

Devido a pandemia os números foram lá no alto, com as mudanças que o cenário constantemente está se adaptando, acelerando também vendas de categorias que até então não eram tão exploradas.

Para se adaptar em receber pagamentos online você necessitará de uma plataforma de pagamentos, conhecida como gateways, que fará a mediação entre sua loja e o cliente, tal como uma maquininha de cartão. Ele cuidará de todo o trâmite financeiro desde o momento que o cliente preenche seus dados até confirmar a compra.

Quais as formas de pagamentos mais utilizadas atualmente?

Agora que você já está mais por dentro de como funciona o cenário de e-commerce  no país, vamos ver com mais detalhes as melhores opções de pagamento online?

1. Cartão de crédito e débito

Este meio de pagamento é o favorito dos consumidores e negociantes. É a forma que tem a comprovação mais rápida, além de oferecer mais segurança para ambos os lados. A mais cômoda possível para que os clientes possam realizar uma compra sem receio.

Este meio tem como vantagem trabalhar com variáveis bandeiras, como MasterCard, HiperCard, Elo, Visa, e assim vai. É crucial que sua loja virtual esteja pronta para aceitar o maior número de redes possíveis.

Contudo, é necessário você estar preparado para quem não tem um cartão de crédito, afinal, a ideia aqui é não deixar passar clientes por falta de opção, por isso a compra com cartão de débito pode ser de grande ajuda.

 Vantagens

Custo variável baixo

Conforme o contrato combinado e o volume mensal de vendas, as operadoras de cartão de crédito cobram do comerciante taxas por transações, que variam entre 3% e 4.5% em cima do valor de cada venda. Se comparar com outras formas de pagamentos online é de fato um número bem baixo.

Possibilidade de parcelar sem juros e com o menor custo

Para que o cliente possa fazer uma compra tranquila, as condições de pagamento são importantes, e às vezes os juros podem tornar “salgado” o preço. Desta forma o fato de não ter juros pode chamar a atenção e influenciar positivamente na compra do produto.

Com o contratação direta entre o cartão de crédito e a operadora, você oferece do melhor jeito possível esse parcelamento para os clientes. Saindo assim mais vantajoso que os outros sistemas que oferecem essa mesma condição, mas com variáveis taxas que tornam quase que inviável.

Maior facilidade para os clientes realizarem o pagamento

Hoje no país mais de 50% dos carrinhos virtuais são abandonados antes de concluírem a compra, um dos motivos para isso é a dificuldade no processo da compra, com o site redirecionando você a outra plataforma para efetuar o pagamento e/ou obrigar a fazer mais cadastros, além do receio na hora de inserir dados importantes para o pagamento, essas situações com certeza não ajudam a diminuir isso.

Oferecendo formas de pagamento online direto com bancos e operadoras de cartão de crédito, você gera uma confiança a mais para que o consumidor não tenha dúvidas na hora de finalizar sua compra, assim sendo como um incentivo também para futuras negociações.

Adiantar recebimentos

A maioria dos bancos te dão a opção de adiantar o recebimento por uma taxa bem agradável. Isso ajuda quem está sem dinheiro e precisa providenciar algum valor, adiantado de vendas já feitas.

Alguns bancos oferecem esse adiantamento por juros pequenos de 0,9% a 1,5% para cada mês (30 dias) antecipado. Realizar esse procedimento sai barato se for comparar com as outras formas de financiamento, que podem ter juros bem maiores.

Desvantagens

Contratos, burocracia e demora

Quando você está para abrir uma loja virtual, conforme vai resolvendo as pendências a ansiedade para botar tudo pra funcionar vai tomando conta. No entanto, fazer os contratos com as operadoras pode segurar o seu embalo.

O procedimento para cadastro com as operadores já foi bastante demorado, mas mesmo hoje, ainda não é mais rápido que se cadastrar em um sistema de intermediação de pagamento. Além de que é essencial um CNPJ para poder realizar o contrato.

Chargeback

O chargeback é um termo bem conhecido na área, em resumo, se trata de um reembolso ao cliente que desistiu da compra ou sofreu um golpe.

Assim infelizmente, alguém tem que arcar com as despesas da negociação cancelada. Cabe ao gestor assumir o prejuízo.

2. Boleto bancário

Essa forma pode se dizer que é a mais comum, principalmente porque qualquer um está apto a fazer esse pagamento, podendo até mesmo usar cédulas em uma lotérica. Para oferecer essa opção, é preciso contratar o serviço de um banco que fará a emissão dos boletos. Essa categoria já está incluso em algumas contas empresariais.

A grande vantagem dessa forma de pagamento é a garantia de pagamento à vista. Assim que verificado, o que pode demorar um pouquinho, o dinheiro cai na conta do vendedor. Mas como não dá o direito de parcelar uma compra, os clientes geralmente preferem o uso do cartão de crédito.

3. Depósito

Quando o e-commerce iniciou, o depósito era o principal meio de pagamento no Brasil. Entretanto, por não passar tanta segurança, e alguns golpes ocorrendo, acabou ficando pra trás. Apesar disso, alguns vendedores do Mercado Livre e iniciantes do ramo ainda utilizam.

Lembrando também que esse meio deixa a desejar na demora pra confirmar um pagamento, ou pela falta de segurança/confiança. O descarte dessa opção não é necessária, mas também não é o ideal.

4. Débito em conta

Esta categoria é bem semelhante ao cartão de débito, porém neste cenário é usado o número da conta bancária, não do seu cartão. Melhor dizendo, se trata de uma transação à vista, mediada pelos bancos e totalmente segura.

Resumindo é como se fosse um pagamento automático programado para fazer o desconto todo mês. Sendo assim, é mais utilizado para compras de serviços recorrentes, como a Netflix por exemplo.

5. Gateway de pagamento

O gateway de pagamento trata de uma ação que integra na sua loja virtual, fazendo com que uma operadora financeira autorize as transações pela internet.

Este sistema consegue verificar automaticamente diversos pagamentos ao mesmo tempo, com total segurança e rapidez. Pense no sistema como se fosse alguém conferindo informações de crédito na loja, só que de uma forma moderna e automática.

Neste caso, não é uma forma de pagamento legítima, mas sim uma ferramenta que age como se fosse uma maquininha de cartão. Assim fazendo a ligação entre consumidor e vendedor para que ocorra a transação da melhor forma possível.

6. Paypal

O paypal é considerado como coringa, sendo uma das melhores formas de pagamentos online, tanto aqui quanto em outros países. 

Esta plataforma consegue se destacar por causa da sua praticidade em integração, disponibilizando diversas forma de pagamentos diferentes, como boletos bancários, transferência digital e várias bandeiras de cartão de crédito, entre outras.

Para usar você só precisa criar uma conta e pagar pelas tarifas condizente às suas necessidades. De qualquer maneira, uma coisa é certa, se você tem planos de expandir seu negócio para fora do país, a paypal seria essencial para evitar problemas com pagamentos internacionais.

7. Pagseguro

O pagseguro é uma plataforma nacional bem semelhante com o paypal. Como a paypal esse serviço aceita diversas formas de pagamento, até mesmo pagamento via celular.

E mais, o pagseguro tem tarifas pequenas, em alguns casos, ao contratar outros serviços da empresa, você nem é cobrado para isso. Além do mais, é um serviço de nome que passa certa confiança e pode influenciar no seu negócio. Quem está começando ou pensando em abrir uma loja virtual, essa seria uma ótima alternativa.

8. Mercado pago

Por último mas não menos importante, o Mercado Pago é conhecido pelo mercado livre como a forma de pagamento segura. Quando o cliente tinha algum receio em fazer uma compra com vendedores de baixa reputação ou iniciantes, o mercado pago podia assegurar que eles receberam o que adquiriram, ou poderiam solicitar a devolução em caso de algum golpe.

O Mercado Pago ligeiramente foi crescendo pela américa latina e se nivelando com o Paypal e Pagseguro, graças às facilidades de integração de diversas formas de pagamento.

Estes são alguns dos melhores caminhos a se escolher para receber pagamentos online. Cabe a você juntar as peças e decidir o que é necessário para fazer sua loja online alçar vôo, e claro, nas melhores condições possíveis.

Qual o melhor meio pagamento online? 

Com essas diversas formas de pagamento online, não existe uma opção melhor, são casos e casos. Você deve pesquisar os dados com base no que você quer vender na sua loja virtual, e acima disso fazer as melhores escolhas para que tragam resultados.

No entanto, vale ressaltar que a maior quantidade de vendas online são efetuadas com cartão de crédito, por isso, opte por incluir essa forma no seu negócio da melhor forma possível.

Você pode fazer isso de duas maneiras: adquirindo serviços de intermediadores de pagamento (como paypal e mercadopago por exemplo), ou fazendo um contrato direto com as operadoras. De forma geral, o sistema de intermediação de pagamento tem uma certa vantagem na redução dos custos fixos, que podem representar em gastos onerosos para um e-commerce.

Quais são os meios de pagamento obrigatórios para e-commerce?

Diferente das lojas físicas, que tem todo o processo de pagamento pessoalmente, as lojas virtuais exigem que você tenha uma ferramenta executando essa tarefa, mas qual?

Na verdade não existe um meio que seja obrigado a ter na sua loja online. Se você tiver uma opção de como receber, já pode ter negócio. Mas o importante é você estudar o que quer vender, quem você quer alcançar, para que você evite perder algum cliente por causa da opção de pagamento.

Você deve estar pronto para casos e casos, qual caso é o melhor pra você?

Formas de pagamento online oferecidos pela Simplo 7

Se integrando com a simplo7 você pode habilitar diversas das melhores plataformas como formas de pagamento online na sua loja virtual, aqui embaixo vou estar explicando melhor cada uma delas.

Wirecard

A Wirecard ajuda o comprador a fazer o pagamento de maneira fácil e segura. Quando o cliente digita os seus dados dados, e do cartão de crédito, a plataforma faz um checkout da compra. Assim operando com os dados bancários do cliente, para que seja feito o processo de pagamento da forma mais segura e eficiente.

PagSeguro

O PagSeguro é uma ferramenta de pagamentos online que garante aos seus clientes uma compra segura, por já ter nome no Brasil, ao ver essa forma de pagamento o consumidor se sente tranquilo em executar a compra.

Existem variadas opções de integração com o pagseguro, cobrança via e-mail é uma das mais simples, também como adicionar o botão de pagamento do pagseguro, São apenas alguns cliques e você já está pronto para vender.

BCash

O Bcash tem a mesma funcionalidade que qualquer outro meio de pagamento existente no mundo online. Funcionando da mesma forma que o pagseguro, a ferramenta faz a mediação entre o comprador e o lojista, e informa assim que o pagamento aprovar.

PayPal

O paypal é um intermediário que permite tanto compras nacionais, quanto internacionais. 

Ele tem uma aceitação de 24 moedas diferentes e trabalha em mais de 180 países. Apenas o intermediador tem os dados do usuário, que detém o poder sobre as principais informações para seguir a transação.

Boleto Bancário

Os boletos são a forma mais tradicional que existe, qualquer um pode efetuar o pagamento. Eles são títulos de cobrança, que tem informações sobre os dados do cobrador, banco utilizado, o valor referente a compra e uma data de vencimento. 

Este documento possui um código de barras que pode ser lido pelo celular, pagando com um internet banking, ou levando numa lotérica. A única desvantagem dessa opção é a lentidão para que o processo finalize, podendo demorar até 5 dias úteis para confirmar o pagamento.

Depósito Bancário

Trabalhar com depósito bancário tem uma vantagem que vale ser ressaltada, ele apresenta geralmente as menores taxas, e em algumas ocasiões podem até sair gratuito para o lojista.

É uma boa contar com essa opção se você trabalha com um sistema de pagamento que intermedia as transações.  

Stelo

A Stelo é um negócio que trabalha com pagamento online com o Banco do Cielo, Banco do Brasil e Bradesco. Ele como os outros, soluciona a questão de pagamento para quem vende online. Oferecendo também uma integração fácil, e diversas formas de pagamento online em um lugar só.

Koin

A Koin é uma forma de pagamento online que disponibiliza para o cliente o produto, e só então depois recebe o pagamento.

Um tanto curioso né? 

Sgue um vídeo que explica detalhadamente como funciona a koin, e porque você deveria contar com ele no seu negócio.

Rede

A Rede é uma plataforma de pagamento online que aceita as principais bandeiras dos cartões de crédito e débito, de forma segura, rápida e explícita para o consumidor. A transação ocorre diretamente na página do seu e-commerce, sem direcioná-los para outra página.

A internet possui as mais diversas formas de pagamento, além disso, você precisa de uma plataforma que atenda as necessidades suas e do seu cliente. Todas as formas de pagamento acima estão disponíveis na Simplo7.

Caso queira conhecer mais sobre a nossa plataforma, conheça nossos planos e comece a sua loja virtual imediatamente.

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta