Loja Virtual

Entenda a importância de integrar suas redes sociais com o e-commerce

Sua loja virtual é o espaço na Internet onde você expõe e vende seus produtos. Sem dúvidas, cuidar bem deste espaço faz muita diferença na hora de cativar os clientes e de influenciá-los para comprar. Uma loja organizada, intuitiva e com explicações detalhadas sobre os produtos é muito importante para que o consumidor se sinta seguro para comprar.

Nem sempre você pode garantir que o cliente chegará até você pela sua loja virtual. Ele pode descobri-lo por indicações de amigos ou por uma busca rápida no Google e, talvez, cair em suas redes, como Instagram, Facebook, Pinterest ou Youtube. Por isso, é importante que todas as redes estejam atualizadas e, mais do que isso, tenham unidade!

Mas o que isso significa?

Isso significa que se você decide participar de uma rede social em nome de sua empresa, tem que levá-la a sério. Não adianta criar uma conta no Instagram e abandoná-la. Ela continuará ativa e, quem acessá-la, terá a impressão de que a empresa não está mais em atividade. Da mesma forma, se você decide criar um canal no Youtube para mostrar os seus produtos, deve lembrar que esses vídeos serão assistidos pelos seus clientes e que, por isso, têm que ter qualidade.

Como posso aproveitar cada rede?

As redes têm múltiplas funcionalidades e podem ser usadas conforme a imaginação mandar. Vamos supor que o seu e-commerce vende enxoval para grávidas. No site estarão expostos os produtos, com informações como tecido, medidas, preços e prazo de entrega. É através desse canal que as compras poderão ser finalizadas. Mas você pode aproveitar as outras redes para mostrar um pouco mais do seu negócio.

No Instagram, por exemplo, você pode apresentar os novos produtos, dando destaque através de fotografias publicadas no mural e de vídeos nos stories. Alguns vídeos com os bastidores da empresa e o seu dia-a-dia também podem ser interessantes.

No Facebook, por sua vez, você pode criar álbuns de fotos com categorias de produtos. As roupinhas desta estação podem ficar num álbum, produtos como xales e mantas de maternidade podem ficar em outro. Assim o cliente tem a oportunidade de conhecer o que você oferece, sem que o conteúdo seja igual ao do e-commerce.

Se você quiser aderir ao Pinterest, poderá reunir referências de trabalhos inspiradores. A organização por pastas é um dos pontos altos da rede! Assim conseguirá criar uma pasta para guardar as referências de bordados, outra para cores da estação, e assim por diante.

Por fim, o Youtube pode ser um grande aliado se você quiser gravar algum tutorial ensinando as gestantes a organizarem a mala da maternidade, ou a higienizarem as roupinhas dos bebês. Cabe lembrar que em todas estas redes, os conteúdos divulgados devem ser feitos com qualidade. Isso significa que as fotografias têm que ser nítidas e com uma luz boa (nada de usar filtro diferente em cada foto), e os vídeos têm que ter foco e bom som.

Para saber mais, confira este post que fizemos explicando como fotografar os produtos.

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta