Loja Virtual

Em dúvida sobre loja física ou virtual? Descubra como as duas se complementam

Quando decidem empreender, muitas pessoas ficam em dúvida se criam uma loja física ou virtual. Embora as duas alternativas estejam dentro do contexto de vendas, elas têm muitas diferenças entre si, que devem ser levadas em consideração no momento da escolha. Se você tem dúvidas sobre criar uma loja física ou virtual, descubra aqui como as duas se complementam.

Loja física

Em primeiro lugar, para que uma loja física possa existir, é necessário ter um ponto de venda. Ele deve ter uma boa localização e sua estrutura deve ser adaptada ao segmento da marca, para que transpareça a essência do negócio. Uma loja física também necessita de uma grande quantidade de estoque e de uma equipe de funcionários disponível para gerenciar o depósito, atender o público e abrir e fechar a loja. Ou seja: para empreender nesta modalidade, é necessário um investimento financeiro relativamente alto. Além disso, é crucial que o dono esteja sempre perto, para que possa acompanhar todas as etapas e orientar os funcionários.

Loja virtual

Para que uma loja virtual exista ela deve estar associada a uma plataforma de e-commerce, onde é possível expor os produtos e efetuar as vendas. O contato com o público acontece somente de forma virtual, através de perguntas sobre os produtos e da concretização da compra. Dependendo do porte do comércio eletrônico, o empreendedor consegue gerenciar as etapas sozinho, o que reduz o custo. Em síntese, o trabalho envolve o atendimento aos clientes através de mensagens, a gestão de estoque, o envio pelo correio ou por transportadora e o controle dos custos.

Loja física e virtual

Conciliar a loja física e a virtual é a alternativa escolhida por muitos empreendedores. Na maior parte dos casos, a loja física já está presente no mercado há algum tempo e, depois de estabelecida, a loja virtual é inaugurada. Nessas situações, a combinação das duas modalidades de comércio pode somar muito. Em geral, a loja física supre as necessidades de um público-alvo já fiel, que frequenta o ponto de venda pela localização, preço e/ou qualidade dos produtos, enquanto a loja virtual permite a expansão geográfica do negócio, uma vez que os itens podem ser enviados por correio ou por transportadora para cidades e estados mais distantes, que não teriam acesso aos produtos se o comércio eletrônico não existisse.

Além disso, a loja virtual pode facilitar o processo de decisão daqueles consumidores que já conhecem os produtos vendidos e que não precisam ir até o ponto de venda para comprá-los. Dentro de uma realidade na qual a rotina é cada vez mais corrida e o tempo é cada vez mais escasso, poder escolher os produtos pela web, realizar o pagamento online e aguardar a chegada das encomendas é uma facilidade e tanto.

Quando uma loja física decide inaugurar a sua presença na Internet, deve cuidar para estabelecer um fluxo de operação eficiente. Muitas vezes as etapas das lojas físicas são diferentes das etapas das lojas virtuais, principalmente no que diz respeito à gestão de estoque e ao controle de custos. Por mais que o empreendedor já se sinta seguro no que diz respeito ao comércio tradicional, deve aprofundar o conhecimento sobre comércio online e marketing digital.

Quer se aprofundar nas especificidades das vendas físicas e digitais? Então confira esse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=vmctZvZxtqU

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta