E-mail Marketing

Como gerar mais leads através do e-mail marketing

Como gerar mais leads através do e-mail marketing

O e-mail marketing está presente nas estratégias de muitas empresas e há muito tempo. Alguns empresários acreditam que o e-mail está defasado, e que está sendo substituído pelas redes sociais. 

Porém, não é bem assim, a estratégia de e-mail marketing continua trazendo muitos resultados para o negócio. A única coisa que mudou, é a maneira como utiliza essa estratégia.

O email ainda é um canal de muito pessoal, e quase todas pessoas possuem um, já que é necessário para fazer o login em qualquer plataforma.

Além disso, o email é um investimento com baixo custo e bons resultados!

Vantagens do e-mail marketing

Grande alcance

Quase um terço da população mundial possui um e-mail marketing. Isso significa que é um canal com grande alcance. 

Mas claro, não é possível ter todos os emails do mundo. Por isso, é necessário criar estratégias para captação de email de pessoas que possuem real interesse em seu negócio, abordaremos sobre isso mais adiante.

Formato flexível

O formato do email é totalmente flexível. É possível colocar GIFs, textos e imagens. É um canal, em que é possível personalizar a mensagem de forma criativa e que faça sentido para o público a ser atingido.

Um email marketing pode conter uma mensagem curta ou longa, tudo dependerá do objetivo a ser atingido. 

No caso de uma clínica odontológica, ela deseja fidelizar o cliente, e por isso irá enviar um email depois da realização do um tratamento de canal.

Para esse conteúdo, ela pode enviar um email com “5 cuidados para ter após o tratamento de canal”, com tópicos, imagens e até um botão direcionado para algum endereço ou contato da clínica, por exemplo.

Porém, existem boas práticas que devem ser seguidas, para que seu email tenha uma taxa de abertura relevante.

Alto retorno financeiro

Para que a estratégia de email marketing faça sentido, é preciso contratar uma ferramenta de email marketing e ter uma pessoa para manuseá-la.

Existem inúmeras plataformas que você pode utilizar para o disparo de e mails, gratuitas e pagas. Mas independente da ferramenta escolhida, o investimento ainda não será alto.

Por isso, podemos afirmar que o email marketing é uma ótima estratégia de marketing digital, principalmente, para quem está iniciando, já que não possui a possibilidade fazer altos investimentos, mas que precisa aumentar a quantidade de leads e gerar receita.

Como começar?

Aquisição da base

O primeiro passo é conseguir montar uma boa base de emails. Mas  como  fazer isso?

Apesar do email marketing ser uma estratégia caracterizada pelo alto alcance, não significa que ela funcione como a televisão, por exemplo, onde você anuncia uma peça e um número elevado de pessoas, mas apenas uma parcela pequena de fato possui interesse naquilo.

Em outras palavras, é preciso que haja uma segmentação. Sua base precisa ter pessoas que se aproximem do seu cliente ideal.

Para isso, você pode utilizar a troca de conteúdo como uma moeda de compra, para conseguir o email do seu público, como: landing page, formulário para blog, newsletter, promoções, pop-up e etc.

Mas se atente, para que esse processo seja confortável para o usuário. Fazer muitas perguntas ou formulários muito complexos, podem fazer com que ele desista.

Outro ponto que vale ser frisado, é NUNCA, mas nunca compra uma base de emails. Sabemos que existem pessoas que comercializam bases de emails, porém, essas bases podem prejudicar o seu negócio.

Elas podem conter endereços falsos ou com erros de digitação. Além disso,  a caixa de entrada é muito pessoal e ali deve estar apenas coisas que sejam interessantes para o usuário. 

Por isso, é mais interessante que o usuário dê o email para você, do que trabalhar com uma base onde você não ganhou a permissão, a possibilidade de interação com essas pessoas, são muito pequenas. 

Uma dica, é separar a base em pequenos grupos, de acordo com a captação de conteúdo. Por exemplo, a clínica odontológica atraiu x quantidade de leads por meio de uma landing page sobre implante dentário valor, e atraiu y quantidade de lead por meio de um pop-up sobre aparelho transparente preço.

O conteúdo que será enviado para um grupo, não é o mesmo que será enviado para o outro. Ambos pesquisaram e se interessaram sobre a clínica, porém, em procedimentos distintos.

Por isso, a criação do conteúdo, o objetivo da campanha e até mesmo o calendário de disparo, deverá ser separado.

Afinal, não queremos que a pessoa descadastre da sua lista por não receber email que faça sentido para ela, não é mesmo?

Pode ser que um email e outro possam ser o mesmo, mas em caso de lançamento de serviços,ou produto, ou promoção, mudanças, entre outros. Mas não é uma regra.

Uma boa base de email, é aquela onde você possui email de pessoas interessadas em seu conteúdo e o grande desafio, é mantê-las por perto e interessadas, para que haja a conversão.

Estrutura do e-mail

Como já falamos anteriormente, o email permite inúmeras possibilidades de conteúdo. Para os criadores, é uma boa oportunidade para explorar a criatividade. 

Porém, para que seu email seja eficiente e mantenha seus potenciais clientes por perto, é preciso seguir boas práticas.

Mantenha o texto curto

Por mais que o email marketing seja algo pessoal, e a pessoa tenha “dado” o endereço de email para você, não significa que esteja interessada ou disposta a ler grandes conteúdos.

Estamos em um tempo, em que as pessoas não conseguem ficar focadas em uma  única coisa por muito tempo, por isso, vá direto ao ponto. Seja objetivo e claro  em sua mensagem.

Linguagem e tom da mensagem adequada

A linguagem é extremamente importante para que sua mensagem aproxime o leitor. Para isso, leve em consideração o perfil do seu cliente ideal. 

E assim, crie conteúdos com gírias, frases de efeito que faça sentido para aquele perfil.

Seguindo com o exemplo da clínica odontológica, seu público alvo são pacientes jovens e conteúdo é sobre aparelho transparente, nesse caso, pode trabalhar uma linguagem mais descontraída e despojada. E evitar termos muito técnicos ou palavras muito formais.

Por isso, compreender quem é o seu cliente ideal, é fundamental para saber dialogar com ele.

Layout do e-mail

Não menos importante que o conteúdo, o layout possui o papel de atrair o usuário. Quando recebemos algum conteúdo,  a primeira coisa que fazemos é “dar uma olhada” no conteúdo, antes de lê-lo. 

Por isso, o layout se torna tão importante, pois ele poderá ser um fator decisivo para que seu público leia ou não o seu conteúdo.

Responsivo e claro

Ter um email responsivo, garantirá que todos que abrirem seu email, tenha acesso ao conteúdo e compreenda a mensagem.

Por isso, é preciso se atentar a estrutura e os elementos que estão inseridos.

Acontece, que alguns emails não consegue habilitar as imagens dos email marketing, por isso, é preciso se atentar que caso a pessoa não consiga visualizar a imagem, exista algum texto que ela possa ler e compreender o que está sendo passado.

Tudo pronto, e agora?

Agora está na hora de mensurar os dados. Para você conseguir gerar mais leads, é preciso que entenda como quantificar os dados e acompanhar a eficiência de cada campanha. 

Para isso, você deve realizar teste A/B, para gerar bons resultados é preciso estar em constantes testes. Você pode enviar o mesmo conteúdo, mas dividir a lista em duas e enviar com assuntos diferentes para ver qual possui a maior taxa de abertura.

Outra forma de mensurar, é observar a taxa de abertura e taxa de cliques (CTR). Para isso, você deve avaliar a ferramenta que irá contratar e verificar se ela disponibiliza todos essas informações.

E sempre que necessário, revisar toda a estratégia e mudar quando precisar. 

Invista em email marketing e surpreenda-se!

Conteúdo produzido por Ana Laura Ferreira, redatora da Clínica Ideal.

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta