E-commerce Loja Virtual

E-commerce no Brasil: dados atuais importantes para o mercado

e-commerce no brasil

Se você está lendo este artigo, muito provavelmente, tem interesse no mercado digital. E esse interesse tem fundamento. 

Atualmente o e-commerce brasileiro cresce em disparada. A comodidade de comprar pela internet tem se incorporado cada vez mais ao comportamento dos consumidores brasileiros. A confiança neste tipo de transação e os preços menores, também ajudam a incentivar a aquisição de produtos e serviços através de lojas virtuais

No entanto, ainda que promissores, os dados do e-commerce no Brasil precisam ser acompanhados e monitorados constantemente pelos empreendedores digitais. É imprescindível estar a par das tendências e atualizações do ramo, tanto para traçar melhores estratégias de marketing e vendas, como para efetuar quaisquer adequações que sejam necessárias ao seu negócio. 

Siga conosco neste artigo e acompanhe as últimas informações sobre o e-commerce brasileiro. 

O que é e-commerce? 

Em tradução livre para o português, e-commerce significa comércio eletrônico. Conceitualmente, e-commerce refere-se às transações de compra e venda de produtos e serviços exclusivamente pela internet. 

Para que um empreendimento seja caracterizado como e-commerce, é necessário que todo o processo de venda seja online, desde a escolha do produto até o pagamento

Em termos gerais, o empreendedor cria um modelo de negócios, escolhe os produtos ou serviços que irá comercializar e, através de um ambiente virtual, anuncia e vende estes produtos. O consumidor, por sua vez, tem acesso ao e-commerce quando procura na internet pelo item ou serviço que precisa, e efetua a compra. 

No e-commerce não existe a intermediação de um vendedor e, por isso, é muito importante que o empreendedor saiba utilizar as técnicas adequadas para fazer com que os consumidores conheçam e comprem os produtos que ele está vendendo. 

O comércio eletrônico tem angariado não apenas consumidores. A cada dia, mais empreendedores percebem neste setor uma ótima oportunidade de iniciar seu próprio negócio, por conta da grande abrangência da internet e também pelo baixo investimento que este tipo de comércio demanda, quando comparado ao varejo presencial. 

Como é o E-commerce no Brasil? 

No Brasil, os registros mostram o surgimento dos primeiros e-commerces na segunda metade da década de 1990. No entanto, a modalidade surgiu nos Estados Unidos. 

O e-commerce no Brasil vem apresentando grande crescimento nos últimos anos. Isso se deve a alguns fatores como a popularização do acesso à internet, os preços competitivos praticados online e, recentemente, à pandemia do novo Coronavírus que, a partir de 2020, estabeleceu o fechamento de muitas lojas físicas por alguns meses. 

Atualmente, a região Sudeste segue na dianteira do e-commerce no Brasil, tendo a maior quantidade de consumidores, seguida pela região Nordeste e, em terceiro lugar, está a região Sul do país. 

Os consumidores brasileiros, cada vez mais, têm percebido os benefícios e a comodidade das compras online, bem como também têm adquirido maior confiança em realizar essas transações. Isso traz uma perspectiva ainda maior de crescimento da modalidade no país. 

Quanto fatura o E-commerce no Brasil? 

Segundo dados mais recentes, no primeiro trimestre de 2021, o e-commerce no Brasil teve um crescimento de 57,4% em comparação ao mesmo período do ano anterior. 

Em relação ao faturamento, atingiu os R$ 35,2 bilhões, entre janeiro e março de 2021, segundo relatórios da empresa NeoTrust. E a tendência é a de crescer ainda mais. 

Segundo a empresa Worldpay from FIS, a projeção é de que o e-commerce no Brasil tenha um aumento de cerca de 56% até o ano de 2024. 

Neste contexto, tais pesquisas apontam que o e-commerce tem enormes chances de ser um bom investimento, tanto atualmente, quanto nos próximos anos. 

Quantas pessoas usam E-commerce no Brasil? 

Para se ter uma ideia, segundo dados de 2020, cerca de 80 milhões de pessoas utilizam o e-commerce no Brasil. E só neste mesmo ano, o setor adquiriu 13 milhões de novos consumidores. 

São números claramente otimistas, que podem nos ajudar também a pensar a respeito do perfil destes consumidores. Em sua maioria, são as mulheres as que mais consomem através da internet no Brasil, representando cerca de 58,1% do público. Os homens, apesar de comprarem menos, são os que gastam mais, segundo apontamentos. 

O ano de 2020 foi o que apresentou maior alta dos números do e-commerce no Brasil e isso se deve, em grande parte, à pandemia do novo Coronavírus e às medidas de restrição social. No entanto, dos consumidores que efetuaram sua primeira compra digital neste período, 83% afirmam que repetiram a experiência, enquanto cerca de 15,2% alegaram não terem ficado satisfeitos com a operação. Entre os insatisfeitos, a justificativa deu-se em relação a atrasos nas entregas.

Esses dados nos trazem um panorama satisfatório para o segmento. Ao que tudo indica, o comércio eletrônico está se introduzindo na cultura do público brasileiro e tende a se ajustar a ela nos próximos anos. 

Qual é a velocidade do avanço do E-commerce no Brasil? 

O e-commerce no Brasil teve aumento de 73,88% no ano de 2020, quando comparado a 2019, segundo dados do indicador de consumo MCC-ENET. Já para o ano de 2021, as previsões são de 26% de crescimento. Ainda com algumas oscilações de mercado por conta da crise econômica atual, o setor segue apresentando crescimento estável. 

Estes números se devem a alguns fatores como o aumento de consumidores na internet, ajustes logísticos realizados neste ramo e ao fortalecimento de marketplaces e lojas virtuais. 

Os segmentos que apresentaram maior expansão recentemente foram: roupas e acessórios, artigos esportivos, notebooks e tablets, videogames e televisores. Setores de casa e decoração também cresceram, principalmente em relação a artigos para home office, como cadeiras e escrivaninhas. 

Estes dados, no entanto, seguem em constante mudança, de acordo com as tendências de mercado e padrão de consumo. Mas de qualquer forma, mostram para os empreendedores que o e-commerce no Brasil segue sendo um ramo interessante para investimento. 

Através da força do marketing digital e das alterações culturais que se avizinham, a promessa é a de que, cada dia mais, os consumidores passem a integrar o ambiente online à sua rotina e que este mercado se estabeleça como uma grande força do varejo nacional. 

Quais são os eventos de E-commerce no Brasil? 

Sendo excelentes oportunidades para aprender, criar um bom networking e se desenvolver como um profissional do comércio eletrônico, os eventos de e-commerce proporcionam aos empreendedores (ou a quem deseja empreender) a chance de conhecer os desafios, problemas e soluções envolvidas no dia a dia do setor.

Ao redor do mundo, são diversas as feiras e congressos que possibilitam o contato com as novas tecnologias, tendências e conceitos referentes à gestão e operação de uma loja virtual.

A seguir vamos apresentar os 4 principais eventos de e-commerce no Brasil. 

1. VTEX Day

O VTEX Day é um dos maiores eventos de e-commerce não apenas do Brasil, mas sim de toda a América Latina. A edição de 2019 contou com as palestras de nomes de peso, como o economista Ricardo Amorim, o cartunista Maurício de Sousa e o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O foco do VTEX Day, além de abordar assuntos e conteúdos importantes sobre o comércio eletrônico, é fazer com que os varejistas encontrem parceiros, soluções e novos negócios.

2. Fórum E-commerce Brasil

Ao lado do VTEX Day está o Fórum E-Commerce Brasil, tão representativo quanto. Na verdade, não se sabe ao certo qual dos dois é maior, já que seus números e relevância são muito similares.

A edição de 2020 ocorreu de forma online e contou com a presença de nomes como Steve Wozniak, cofundador da Apple, e do escritor e físico, Chris Anderson, autor do best seller “A Cauda Longa: do Mercado de Massa para o Mercado de Nicho”.

As palestras e discussões são sempre de altíssimo nível técnico e uma oportunidade de ouro para aprender com a experiência de quem sabe muito. O Fórum E-Commerce Brasil traz profissionais de grandes empresas como por exemplo,  Ebay, Coca-Cola, AliExpress, Amazon e Google.

3. E-commerce Day Tour 

Outro que está no grupo dos maiores eventos de e-commerce da América Latina é o E-commerce Day. Nesse caso, trata-se de um tour, realizado entre 10 a 12 países ao longo de um ano.

Resumidamente, essa iniciativa visa promover reflexões acerca do impacto das tecnologias e inovações para o sucesso do setor.

4. Conferência E-commerce Brasil 

E finalmente, não poderíamos esquecer da Conferência E-Commerce Brasil. Com palestras de extremo valor acerca dos mais variados temas do comércio eletrônico, esse evento leva ao palco alguns dos principais players do varejo brasileiro.

Embora menor em termos de público e alcance, sua qualidade é indiscutível. O interessante aqui, é que a Conferência E-Commerce Brasil tem uma dinâmica regional, com edições em São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis etc.

Se você quiser construir um negócio de sucesso na internet, vale a pena colocar esses eventos de e-commerce em sua agenda para os próximos meses, pois tratam-se de investimentos que valem muito a pena!

Esperamos que as estatísticas do e-commerce no Brasil tenham lhe ajudado a esclarecer quaisquer dúvidas a respeito da solidez e vantagem deste mercado. Siga em nosso blog e acompanhe todas as dicas de e-commerce e lojas virtuais. Até mais! 

 

 

Você pode gostar também

5 Comentários

  • Responder
    Entenda a lei de divulgação de preço no e-commerce - Simplo7
    18 de maio de 2018 de 10:00

    […] vista do crescimento do mercado de e-commerce no Brasil, faz-se cada vez mais necessário que essa modalidade de varejo seja tão bem […]

  • Responder
    Como aumentar o tráfego no meu e-commerce? - Simplo7
    23 de maio de 2018 de 15:05

    […] do e-commerce diz respeito ao volume de pessoas que chegam até o seu site. Ocorre que nem todos os negócios […]

  • Responder
    Layout para e commerce: qual a importância de uma loja personalizada? - Simplo7
    4 de junho de 2018 de 11:05

    […] potencial de crescimento dos empreendimentos virtuais tem atraído muitos profissionais, aumentando cada vez mais a competição nesse segmento. Se […]

  • Responder
    Quanto custa abrir uma loja virtual? Tire suas dúvidas! - Simplo7
    6 de junho de 2018 de 12:00

    […] o post de hoje, trouxemos informações fundamentais para quem deseja ingressar nesse mercado: vamos falar sobre como se preparar para o e-commerce e também sobre as despesas que fazem parte […]

  • Responder
    Você sabe o que é qualificação de leads? - Simplo7
    16 de junho de 2018 de 10:01

    […] virtude da dinamicidade do mercado, os negócios precisam buscar formas de se antecipar à concorrência, o que exige […]

  • Deixe uma resposta