Loja Virtual

Aprenda como calcular o preço de venda dos produtos

Muitos negócios pecam em não determinar um preço adequado para seus produtos. O que acaba minando seus esforços, reduzindo a lucratividade e comprometendo a saúde financeira do empreendimento. Em linhas gerais, o que é vendido deve ser suficiente para arcar com as despesas e gerar lucro, por isso é tão importante saber como calcular preço de venda.

No post de hoje, vamos apresentar sugestões para precificar adequadamente e, assim, manter a saúde financeira. Boa leitura!

Defina os custos da empresa

Comprar por um determinado valor e vender por outro maior é o básico em relação à precificação, contudo, é fundamental agregar os custos da empresa. Estes são todos os esforços (tempo e recursos) compreendidos para fazer com que o produto chegue até o consumidor.

A clareza na definição dos custos é o ponto inicial para calcular o preço de venda. Devido a esses esforços e à tributação é importante avaliar os seguintes itens.

Custos diretos

Refere-se aos custos aplicados para a fabricação ou aquisição do produto, somado aos impostos. São eles:

  • valor de compra dos produtos;
  • valor referente ao transporte (caso você que arque);
  • tributação (geralmente ICMS, Pis e COFINS).

Custos indiretos

Soma-se às despesas administrativas e demais recursos para armazenamento, manutenção, administração, operação, vendas e marketing. O ideal é fazer o cálculo de quanto cada despesa representa. Entre os custos indiretos, podemos destacar:

  • aluguel;
  • custos como água, luz, telefone e internet;
  • valor referente ao armazenamento;
  • despesas administrativas (inclui folha de pagamento);
  • custos diferenciado por categoria (quando há um custo maior para armazenagem).

Divida os custos pela quantidade de produtos

O passo seguinte é dividir esses custos (diretos e indiretos) pela quantidade de produtos. A ideia é ter dois percentuais que serão utilizados no cálculo de venda.

Como calcular preço de venda — Mark-up

É uma técnica de precificação obtida com a soma de uma margem de lucro pré-definida ao custo unitário dos produtos, para assim obter o preço de venda adequado. É composta pelas despesas fixas, variáveis e a margem de lucro. Desse modo, para determinar o preço de venda basta multiplicar o preço pelo índice do mark-up.

Basicamente, você define o percentual ou índice multiplicador do custo total sobre o valor do produto, para alcançar o preço final.

MP = 100/[100-(CD+CI+LP)]

Entenda:

  • 100 = o preço unitário total de venda em percentual;

  • MP = markup;

  • CD = Custos Diretos;

  • CI = Custos Indiretos;

  • LP = Margem de Lucro Pretendida.

Considerando o CD como 10%, o CI como 10% e o LP como 15%, temos:

MP = 100/[100-(10+10+15)]

MP = 100/[100-(30)]

MP = 100/[65]

MP = 1.53

O passo final é multiplicar o custo direto de um produto pelo multiplicador 1.33 e obter o preço de venda. Vamos supor que o custo de aquisição de um determinado produto seja de R$ 50,00. Multiplica-se pelo indicador 1.53 e o preço de venda, para se chegar a R$ 76,92.

Seja flexível

Nem sempre esse índice vai funcionar com todos os itens em estoque, devido aos preços de mercado e aos praticados pela concorrência. Para isso, determine diferentes multiplicadores e percentuais, levando em conta também o valor agregado dos produtos.

A pesquisa de mercado vai ajudá-lo a entender quais valores são cobrados pelos concorrentes, evitando que você cobre muito acima ou abaixo do que os clientes estão habituados a pagar. Com o mercado acirrado, não basta saber como calcular preço de venda. É importante oferecer vantagens aos compradores que compreendem um diferencial ao seu negócio. No mais, boas vendas.

Gostou do que leu? Então aproveite para comentar o que achou para que possamos produzir mais conteúdos interessantes!

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta