Loja Virtual

3 tendências de e-commerce para ficar de olho em 2019

Os números do comércio eletrônico brasileiro continuam crescendo a passos largos, mesmo durante o longo período de recessão pelo qual o país atravessa. Em 2017, o e-commerce nacional faturou cerca de R$ 47,7 bilhões, um aumento de 8% em comparação a 2016. Além do crescimento médio de 7,5% nos últimos três anos, especialistas estão projetando para 2018 R$ 53,5 bilhões de faturamento.

Para entender qual é a força do comércio digital, não só no Brasil, mas no mundo inteiro, somente na Black Friday americana o faturamento foi de cerca de US$ 5 bilhões. Segundo pesquisas, o e-commerce ao redor do mundo deve gerar cerca de US$ 4,88 trilhões. Isso mesmo: em aproximadamente três anos, o faturamento deve duplicar em comparação a 2018.

Portanto, preparamos este artigo com três tendências do e-commerce para ficar de olho e se planejar. Está preparado? Então, vamos à leitura!

1. Mobile

Os dispositivos móveis já são realidade na nossa vida, seja para interação social, seja para realizar compras, já que poucos cliques é possível adquirir um produto.

Segundo um estudo do E-bit, somente em 2017 cerca de 27,3% das compras realizadas no comércio eletrônico foram feitas por meio9 de aparelhos como smartphones e tablets.

Além de apresentar números significativos, os dispositivos móveis estão ficando cada vez mais populares, e o seu uso vem tendo impacto no e-commerce. Portanto, otimizar a sua loja para a tecnologia mobile é algo que já passou do status de diferencial, ou seja, é algo obrigatório que precisa constar em seu planejamento.

Aqueles que não investem ou não acreditam na força do mobile estão em grande risco de não serem mais relevantes para os consumidores.

2. Realidade aumentada e virtual

Com o avanço tecnológico ficando cada vez mais sofisticado, os dispositivos móveis estão se tornando excelentes meios de melhorar a experiência de uso dos consumidores.

Um exemplo é poder visualizar como um objeto ficará em determinado espaço da nossa casa sem ao menos tocá-lo ou visitar a loja da marca. Além de objetos domiciliares, já é possível “experimentar” calçados e roupas antes mesmo de comprá-las.

As aplicações da realidade aumentada e virtual são enormes, chegando até o ponto de poder sentir a sensação de um local sem ao menos ter o visitado. O ramo de turismo tem usado e abusado dessa tecnologia.

3. Compras por voz

Os comandos de voz estão cada vez mais presentes na vida das pessoas. Aplicações como a Siri, da Apple, ou a Alexa, da Amazon, já permitem fazer pesquisas apenas falando com elas.

Nos Estados Unidos, empresas como UBER e Domino’s já aceitam pedidos por comando de voz. A expectativa é que isso se torne realidade em breve no Brasil

Agora imagine essa agilidade e facilidade de comprar utilizando somente a voz em uma data tão importante como a Black Friday. A credibilidade e a segurança que a sua empresa passará ao consumidor serão significativas.

O SEO (Search Engine Optimization: otimização para os mecanismos de busca) precisa ser alterado, visto que o tradicional não poderá ser mais usual. Isso demanda investimento, e o serviço tende a melhorar.

Oferecer uma boa experiência de uso para os usuários vem sendo uma das grandes tendências do e-commerce, já que está presente nas novas formas de oferecer produtos ou serviços aos clientes.

Portanto, analise se a sua empresa já está preparada para o uso dessas novas ferramentas para não ficar parada no tempo.

Gostou do nosso texto? Então, divulgue-o entre os seus amigos compartilhando nas redes sociais!

Você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta